Área Restrita Novo


Empresas do Simples não precisam pagar contribuição social em demissões sem justa causa

Zloti Informativo 08/2017 n.º 330

O Informativo sucinto e pontual da Zloti

 

 

 

      

        Apesar de a Lei Complementar nº 110/2001 instituir a contribuição social devida pelos empregadores em caso de demissão de funcionários sem justa causa, a Lei do Simples Nacional (LC 123/2006) isenta a empresa de recolher o adicional de 10% sobre o montante de todos os depósitos devidos referentes ao FGTS durante a vigência do contrato de trabalho.

        Segundo o artigo 13º da Lei do Simples Nacional, as pequenas e médias empresas estão amparadas a recolher através de guia única apenas os tributos IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS/Pasep, CPP, ICMS e ISS, estando dispensadas do pagamento de demais contribuições instituídas pela União, “inclusive as contribuições para as entidades privadas de serviço social e de formação profissional vinculadas ao sistema sindical, de que trata o artigo 240 da Constituição Federal, e demais entidades de serviço social autônomo”.

        O Tribunal Regional Federal da 4ª e da 1ª Região tem julgado processos a favor dos contribuintes e determinado a restituição do valor pago indevidamente nos últimos cinco anos.

 

Fonte: Jusbrasil

 

 

 

 

www.zloti.com.br                      zloti@zloti.com.br

 

Unidade I – Rua Marapuama, 107 – Alto da Lapa – São Paulo – SP

 




Luciana Ribeiro


   
  Publicações anteriores
Sebrae faz balanço da Lei Geral
Órgão quer que mais municípios regulamentem a lei

 
Leão morde menos em 2010
Governo divulga índice de correção sobre a tabela para cálculo do IRPF

 
Serra prorroga isenção de ICMS para a indústria
Medidas editadas em fevereiro ficaram conhecidas como PAC do Serra

 
CNI recomenda ações contra aumento do SAT
Alterações no cálculo do tributo elevam gastos de empresas

 
Livro Eletrônico passa a ser obrigatório para optantes do Lucro Real


 
Reajustes da Previdência já estão valendo
Limite máximo de salário-de-contribuição e de salário-de-benefício passa de R$ 3,4 mil

 
Empresas inativas devem apresentar declaração até março


 
Seguro-desemprego sofre reajuste a partir de janeiro
Base de cálculo é de 9,6774%

 
Grandes empresas devedoras terão auditor fiscal controlando caixa
Combate à sonegação envolve controle austero da Receita

 
Receita aperta cerco a empresas devedoras


 
  Em Exibição: 451-460
    Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67
 
 
Rua Marapuama, 107 - Alto da Lapa - São Paulo
Telefone: 11 - 3835-7679
contato@zloti.com.br