Área Restrita Novo


Carf ignora STF e decide que ICMS compõe base de cálculo de PIS e Cofins

A União resolveu não acatar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e manteve o ICMS recolhido pelas empresas, mesmo estes não sendo faturamento das mesmas, na base de cálculo do PIS e da Cofins.

O Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) manteve o posicionamento que considera a decisão como não sendo definitiva, mesmo com o fato de o plenário do STF ter decidido, em repercussão geral, que o valor arrecadado a título de ICMS não se incorpora ao patrimônio do contribuinte e, dessa forma, não pode integrar a base de cálculo dessas contribuições.

Segundo ele, o Regimento Interno do Carf prevê que o requisito da decisão definitiva para a obrigatoriedade da aplicação do precedente deve observar se a decisão já transitou em julgado.

Enquanto isso, aguardando tamanha formalidade que firmará o direito do contribuinte em não recolher valores a maior, diante inclusive da já difícil situação financeira em que se encontram as empresas, terão estas que recolher os valores exigidos e, depois, através de processos ou administrativos ou judiciais (ambos custosos) requerer direitos que já são sabidos que possuem.

Especialistas veem com preocupação o fato de o órgão desrespeitar uma decisão do STF, já que o regimento interno do Carf determina que as matérias decididas com repercussão geral pelo STF devem ser seguidas.

Fonte: Receita Federal 

Texto: Luciana Ribeiro




Luciana Ribeiro


   
  Publicações anteriores
Como converter em reais créditos e obrigações em moeda estrangeira
Dados podem ser obtidos nos sites do Banco Central e da Receita

 
Receita veta créditos a empresas compradoras
Créditos de ICMS e IPI foram negados a contribuinte de SP

 
Fazenda prorroga prazo de recolhimento de débitos
Dia 21 é o limite para quem aderiru ao PPI

 
Governo estuda forma de aumentar criação de empregos
Novo imposto desoneraria a folha de pagamento de salários das empresas

 
ME e EPPs têm até 31 de outubro para regularizar dívidas
Empresas que não saldarem dívidas serão excluídas do novo regime

 
Receita libera quarto lote de restituição
Valores estarão disponíveis no dia 17

 
CNS quer trocar contribuições patronais por CPMF maior
Estudo foi encaminhado ao governo federal

 
STJ confirma redução do ISS para mão-de-obra temporária
Redução da base de cálculo pode levar a outras vitórias no Supremo

 
Um ano de Refis 3, sem sucesso
Parcelamento beneficia grandes devedores, mas não dá o retorno esperado pelo governo

 
Receita Federal prorroga prazo para adesão ao Supersimples
Empresas têm até o dia 20 para aderir ao programa

 
  Em Exibição: 581-590
    Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39 40 41 42 43 44 45 46 47 48 49 50 51 52 53 54 55 56 57 58 59 60 61 62 63 64 65 66 67
 
 
Rua Marapuama, 107 - Alto da Lapa - São Paulo
Telefone: 11 - 3835-7679
contato@zloti.com.br