Área Restrita Novo


Informações sobre o Sped Fiscal e Tributário

Informações sobre o Sped Fiscal e Tributário

Parte 1

O Sistema Público de Escrituração Digital, conhecido simplificadamente por sua sigla Sped, já não é uma novidade. Foi instituído pela União por meio do Decreto nº 6.022 e publicada no Diário Oficial em 21 de janeiro de 2007. Ele permite que livros e documentos contábeis e fiscais sejam emitidos em forma eletrônica.

O Sped gera muitas facilidades, como a unificação das atividades de recepção, validação, armazenamento e autenticação de livros e documentos comerciais e fiscais, além do acesso à escrituração em caso de auditorias, entre outras.

Há dois tipos de Sped, o Contábil e o Fiscal. A empresa que os utiliza está dispensada de apresentar grande parte das informações constantes na Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ) e outras obrigações acessórias relativas a tributos como IPI e PIS/COFINS, entre outros, no âmbito federal.

Com o Sped instalado, a empresa não é obrigada a ter vários registros em papel que apenas se acumulam, sem utilidade em seus escritórios. Adotar o Sped ainda é facultativo a várias empresas, dependendo do ramo. Porém, é indicado mesmo àquelas que não são obrigadas ainda a tê-lo.

Nas próximas edições do Zloti Zoom, traremos informações mais detalhadas sobre o Sped Fiscal e Contábil.




Luciana Ribeiro


Rua Marapuama, 107 - Alto da Lapa - São Paulo
Telefone: 11 - 3835-7679
contato@zloti.com.br